Instalação
Escâner, tags e cookies
Termos de uso
Opt-out
Erros
Cookies
Política de privacidade
Requisições de download e opt-out

Como configurar o padrão das opções do Aviso - Ativo ou Inativo?

KB - Opções do Aviso - Ativo ou Inativo 01.png

Esta funcionalidade está disponível para TODOS os usuários deste o plano grátis:

  1. Basta acessar seu painel AdOpt na seção de Categorização de Tags e ativar a opção:

KB - Opções do Aviso - Ativo ou Inativo 02.png

Com isso, todas as suas tags – com exceção das necessárias, receberão o padrão de inatividade em um primeiro acesso dos seus visitantes. Já o contrário, deixa todas as tags ativas.

Important
Isso não isenta a responsabilidade de fazer o bloqueio das tags, acesse nosso tutorial para entender como fazê-lo

Por que a funcionalidade não afeta as tags necessárias?

Porque as necessárias ou essenciais, como o mercado as conhece, afetariam diretamente o funcionamento do site, ou da empresa, prejudicando a oferta do serviço.

Entenda mais sobre essa funcionalidade: O padrão ativo ou inativo das tags do aviso, em um primeiro acesso no site, *é uma das funcionalidades mais discutidas e polêmicas em um Aviso de Cookies. Pois, vai de encontro aos princípios de Privacy by Design, transparência e até mesmo Legitimo Interesse.

Já vimos uma série de artigos criticando os avisos que vêm todo “ativado” como não sendo adequados, e outros, defendendo a liberdade da empresa de ao menos terem seus serviços disponíveis da maneira mais completa o possível. Assim, quando o visitante optasse por não consentir com determinado serviço sua privacidade e liberdade estariam resguardados.

Mas por que então a polêmica, se eu tiver um aviso de cookies com:

  1. O detalhamento correto das tags que utilizo em minha empresa.
  2. O bloqueio de cookies configurado para que o disparo só aconteça quando o visitante consentir.
  3. Todos os documentos e canais de comunicação disponíveis.

Como dito, é uma questão de “princípios”. Pois, esse cenário descrito acima está correto! Enfim, por mais teórico ou abstrato, seja esse “princípio”. Ele serve como um um posicionamento público mais, “pró-privacidade” que é o fim último dos teóricos e idealizadores do Privacy By Design.

Algo como: sempre priorizar o máximo de privacidade, com o mínimo de exposição por parte dos titulares para a prestação dos serviços.

Mas, ai fica difícil. Eu uso o analytics e um heatmap para melhorar o meu site. Seria como um visitante entrar na minha loja e eu não poder ver se ele vai na prateleira A ou B. Como garantir a melhor experiência para os meus clientes, em um mercado tão competitivo? Um aviso todo “desligado” diminui muito as chances de eu receber um consentimento total, não? Me sinto abrindo a loja e o cliente escolhe se quer "acender a luz ou não", isso não é demais, não?

Verdade, sabemos que muitos só “aceitam/negam” sem ler, e essa é uma consequência que vamos colher com uma decisão como essa.

Todos sabemos que uma tag de Analytics, ou um Heatmap, por exemplo, ajudam muito no design e na oferta das soluções das empresas! Até mesmo a possibilidade de um re-marketing, quando feito de maneira justa, pode beneficiar ambas as partes.

Em um mercado onde a atenção é a moeda, perder um visitante de um e-commece pode ser traduzido na falência da empresa!

Não entender a origem dos visitantes e o comportamento dos cliques pode prejudicar muito no design de ferramentas.

O problema então, está naqueles que usam dos dados dos titulares com má fé, ou sem um equilíbrio. Como a LGPD e GDPR nasceram destes abusos... hoje, todos devem repensar seus atos.

Como dito, é algo muito polêmico e é papel da AdOpt a permitir que nossos clientes também tomem essa decisão de maneira ”livre e informada”.

Por isso, a AdOpt oferece hoje para o mercado uma funcionalidade que vai ajudar a todos os seus clientes no posicionamento de seus serviços e com essa que é a demanda de muitos DPOs. Como dito, alguns teóricos trazem-na como chave de adequação ao espelharem o mercado Europeu, que está na nossa frente neste quesito.

Um aviso de cookies “padrão desligado” poderia amparar o posicionamento da empresa e seu alinhamento a respeito das leis de privacidade, sendo mais “pró-privacidade” a fim de evitar riscos perante a ANPD.

Assim, nossa funcionalidade está disponível para TODOS os usuários deste o plano grátis:

  1. Basta acessar seu painel AdOpt na seção de Categorização de Tags e ativar essa opção. Com isso, todas suas tags – com exceção das necessárias, receberão o padrão de inatividade em um primeiro acesso dos seus visitantes. Já o contrário, deixa todas as tags ativas.

KB - Opções do Aviso - Ativo ou Inativo 03.png

KB - Opções do Aviso - Ativo ou Inativo 04.png

KB - Opções do Aviso - Ativo ou Inativo 05.png

Por que a funcionalidade não afeta as tags necessárias?

Porque as necessárias ou essenciais, como o mercado as conhece, afetariam diretamente o funcionamento do site, ou da empresa, prejudicando a oferta do serviço.

Por fim, essa é uma novidade que fazemos questão de explicar detalhadamente todos os seus porquês.

Com isso, não deixem de considerar ou não a possibilidade de sua implementação, principalmente quando somada ao bloqueio das tags de terceiros (configuração fundamental para uso da AdOpt).

Tal posicionamento deve estar “na ponta da língua” dos DPOs e deve também ser amparada pelos documentos oficiais e processos da empresa.